Está valendo: chamada de propostas para a XII BIA

As inscrições de trabalhos para a XII Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo vão até o dia 1º de abril de 2019

Interior do Centro Cultural Sâo Paulo (CCSP), onde as propostas selecionadas serão desenvolvidas com os curadores responsáveis (Foto: reprodução do site da Bienal).

O happy hour no edifício-sede do IAB-SP, evento que reuniu os curadores em um bate-papo com interessados em apresentar propostas para a XII Bienal (com realização prevista de setembro a dezembro deste ano), marcou o início da convocatória. Desde a ocasião, no dia 22 de janeiro, e até 1º de abril, seguem abertas as inscrições.

Com o tema Todo Dia, a XII Bienal busca revelar a arquitetura do dia a dia em suas diferentes escalas. Se, no atual contexto de incerteza política, econômica e ambiental, os profissionais de arquitetura e urbanismo passaram a reconhecer os limites de sua atuação, acabaram voltando a atenção para a esfera do dia a dia - o que os leva ao questionamento da finalidade última do projeto em um mundo excessivamente projetado. A discussão, portanto, abrange de objetos banais e rotinas ao uso de recursos básicos. Essa é a linha de investigação que se apresenta como tema da XII Bienal, restabelecendo a dimensão prosaica da realidade como um mediador da produção da arquitetura e da cidade em busca de uma nova ética e de uma estética da simplicidade.

O tema Todo Dia vem estruturado em três eixos temáticos: Relatos do Cotidiano, Materiais do Dia a Dia e Manutenções Diárias. A ideia é que cada um deles concentre pesquisas, trabalhos especulativos, instalações e projetos de arquitetura, design, urbanismo e paisagismo. Também há espaço para outros tipos de intervenção que problematizem as mediações contemporâneas do plano cotidiano em diferentes escalas: do corpo aos objetos, dos espaços interiores aos limites planetários.

As propostas devem ser enviadas digitalmente, por meio dos formulários no hotsite. O processo seletivo será conduzido pelos curadores - Vanessa Grossman, Ciro Miguel e Charlotte Malterre-Barthes - juntamente com um júri composto por Javier Agustín Rojas (arquiteto, fotógrafo e jornalista na Argentina), Gabriela de Matos Moreira Barbosa (arquiteta e coordenadora do coletivo Arquitetas Negras do Recife) e Renato Cymbalista (arquiteto e professor da FAU-USP).

Mais informações sobre o tema da XII Bienal de Arquitetura de São Paulo e o modo de envio, você encontra no site da instituição.

Publicada originalmente em ARCOweb em 07 de Fevereiro de 2019
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora