Mobilidade urbana de SP é tema de concurso internacional

Com inscrições abertas até 15 de novembro, o desafio Clean Energy Challenge São Paulo espera receber propostas que tragam soluções radicais para o trânsito da cidade


Imagem: divulgação


Promovido pela plataforma What Design Can Do (WDCD) e Fundação IKEA, o concurso Clean Energy Challenge São Paulo tem inscrições abertas até 15 de novembro. A proposta convoca profissionais de todo o mundo a pensar em soluções inovadoras que criem fluxos de pessoas e mercadorias mais sustentáveis na cidade de São Paulo.

O tema coloca em debate vários aspectos que englobam a questão da mobilidade urbana, como a redução da dependência dos veículos motorizados por meio de deslocamentos a pé ou de bicicleta, ou em como incentivar o transporte solidário de modo a diminuir o número de carros nas ruas, tudo isso aplicado às questões de saúde e qualidade de vida dos moradores.

O desafio busca soluções com base sólida que influencie no desenvolvimento total da proposta, combinando inovação aos conhecimentos tradicionais e de redes locais. Os melhores projetos, como explica a organização do concurso, serão os que articularem bem aspectos práticos, escalonáveis, acessíveis e de fácil compreensão.

Os vencedores, avaliados e selecionados por um júri internacional, irão compartilhar um pacote de prêmios que inclui orçamento de 10 mil euros para desenvolvimento da ideia; programa de aceleração personalizado, destinados a tornar as ideias, protótipos ou startups prontos para o mercado e produção; equipe de mentores e peritos dedicados; e acesso à rede de parceiros.

Além de São Paulo, com o tema mobilidade, a plataforma What Design Can Do e a Fundação IKEA também buscam encontrar novas respostas para problemáticas de outras quatro cidades globais: moradia (Déli); alimentação (Nairóbi); processamento de resíduos (Cidade do México); e energia alternativa (Amsterdã).

O Desafio de Energia Limpa - Clean Energy Challenge - é o sucessor do Desafio de Ação Climática do WDCD, ocorrido em 2017. Os 13 conceitos premiados já foram realizados - que incluem a Power Plant, a primeira Green House autossuficiente do mundo; e o Vertical University Project, uma Universidade Vertical no Nepal com oito mil metros quadrados, que auxilia produtores rurais a se adaptar aos impactos da mudança climática.

Inscrições e mais informações no site oficial da What Design Can Do.

Publicada originalmente em ARCOweb em 11 de Setembro de 2018
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora