Segundo livro da série Casacadabra aborda o urbanismo

Em busca por financiamento para produção, a segunda edição da série que leva conhecimento de forma didática e lúdica ao público infantojuvenil trata de cenários do espaço urbano

Ilustração: Luísa Amoroso

Concebida pela arquiteta e urbanista Simone Sayegh e pela jornalista Bianca Antunes, também responsáveis pelos textos e edição, a série Casacadabra surgiu com a proposta de oferecer a crianças e jovens novas maneiras de ver o mundo à sua volta, ao mesmo tempo em que descobrem detalhes e segredos da arquitetura. 

O segundo livro da série, chamado de "Cidades para Brincar”, está aberto para financiamento coletivo pelo Catarse. Também viabilizada após campanha na internet, em 2016, a primeira edição teve como título “Invenções para Morar” e apresentou a arquitetura de dez casas pelo mundo.

O novo livro busca, segundo as idealizadoras, incentivar os leitores a perceberem as cidades como vivas e abertas a brincadeiras, como lugar de encontro e de aprendizado. Elas acreditam, ainda, que as cidades serão mais justas e humanas quando a arquitetura e o urbanismo começarem a ser ensinados desde o princípio: nas aulas de ensino básico, fundamental e médio, e não apenas nas salas de aula das faculdades de arquitetura. 

Por meio de brincadeiras propostas e exercícios interativos relacionados à aprendizagem crítica da criança, o segundo volume do Casacadabra incentiva a percepção do espaço urbano como um ambiente lúdico: “um rio que estava escondido e reaparece, uma escadaria que também serve para encontrar os amigos, ruas onde a regra é brincar, uma praça que vive se transformando...”.

Iniciada no dia 16 de abril, a campanha tem como meta alcançar o valor de R$ 86,7 mil num período de 60 dias - até 15 de junho às 23h59m59s. Os interessados podem contribuir com valores de R$ 25 a R$ 9 mil ou mais. As recompensas variam desde agradecimento no livro, stencil com formas urbanas, até oficina de arquitetura e urbanismo para crianças, logo e exemplares do livro.

Lançada pela Pistache Editorial e com ilustrações de Luísa Amoroso, a segunda edição traz dez espaços públicos construídos pelo mundo:

1. Superkilen, em Copenhague, Dinamarca;
2. High Line, em Nova York, Estados Unidos;
3. Cantinho do Céu, em São Paulo, Brasil;
4. Escadaria Trinidade do Monte, em Roma, Itália;
5. Parquinhos de Aldo van Eyck, em Amsterdã, Holanda;
6. Reabertura do rio Cheonggyecheon, em Seul, Coreia do Sul;
7. Praça dos Desejos, em Medelín, Colômbia;
8. Praça Imagem do Mundo, em Esfahan, Irã;
9. Poço da Figueira, em Barcelona, Espanha;
10. Avenida Paulista, em São Paulo, Brasil

Para contribuir e saber mais, acesse o link da campanha no Catarse.

Publicada originalmente em ARCOweb em 16 de Abril de 2018
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora