Felipe Bezerra: Edifício comercial, Natal

Na cidade do sol, a insólita plasticidade

Estrutura única apoia lajes de dimensões variadas. Composição plástica foge do convencional e destaca‑se em avenida da capital do Rio Grande do Norte. Desenho apostou em menos aberturas e na contenção das áreas envidraçadas. Felipe Bezerra é o autor do projeto do Hermes 880, edifício cuja imagem remete à de livros aleatoriamente empilhados

Formado na segunda metade da década de 1990 pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Felipe Bezerra é o autor do projeto arquitetônico e de interiores do edifício Hermes 880 (o nome faz referência ao marechal Hermes da Fonseca, presidente da República entre 1910 e 1914), localizado no Tirol, bairro próximo da região central de Natal.

O arquiteto tem desenvolvido projetos residenciais e comerciais nos estados do Nordeste, sobretudo para a Ecocil, uma das principais empresas de construção do Rio Grande do Norte, que é controlada pela família do arquiteto. Embora a produção da Ecocil atenda principalmente o mercado imobiliário, dentro de certos limites a arquitetura de Bezerra configura uma linguagem autoral.

Foi justamente essa pesquisa por elementos e linguagem menos convencionais - um balanço extravagante, uma fachada que parece se movimentar, o proposital desalinhamento das lajes, influências assimiladas tanto da arquitetura holandesa como do mexicano Ricardo Legorreta, segundo o arquiteto - o que o levou a ser contratado para o projeto do Hermes 880. Na mesma avenida e para o mesmo empreendedor, o escritório está desenvolvendo um segundo edifício comercial.

O Hermes 880 é um edifício de pequeno porte, avalia Bezerra - são duas lojas no térreo, um escritório e um restaurante na sobreloja, e 14 salas comerciais que medem entre 150 e 250 metros quadrados. Situado em uma importante via comercial da capital potiguar - a avenida Marechal Hermes da Fonseca, que se estende pelos bairros Petrópolis e Tirol -, a construção distingue-se, sobretudo, pela plasticidade incomum, resultado do “desordenamento” das lajes de dimensões diferentes.

A imagem a que o Hermes remete é a de livros empilhados aleatoriamente. A aparência que se distancia do senso comum não teve, porém, repercussão no custo final da construção. “Embora seja estruturalmente ousado, trata-se de um edifício econômico”, afirma o arquiteto, observando que evitou no projeto as grandes aberturas e amplas superfícies de envidraçamento - em Natal, ao contrário de capitais de outras regiões do país, o alto nível de luminosidade natural pode se tornar um problema.

Tanto as empenas cegas, como as faces principal e posterior, possuem acabamentos em pastilhas, material de revestimento comum em edifícios das capitais nordestinas. Bezerra explica que a posição da edificação no lote propicia a ventilação natural cruzada nas salas (o ar entra pela face principal, no leste, e sai pela posterior, no oeste). A estrutura, relata o arquiteto, é a mesma de cima a baixo. Lajes (embora nenhuma seja igual à outra) e pilares têm sempre as mesmas espessuras.

O “desordenamento” intencional, com as lajes ora se projetando, ora se retraindo, tanto nas fachadas como lateralmente, também atende um aspecto do programa, pois, dessa forma, os andares permitem configurar salas de tamanhos variados, facilitando a comercialização. Os andares corporativos têm pé-direito convencional de 3 metros - no térreo e sobreloja, ele mede 4,5 metros. 


Felipe Bezerra
Felipe Bezerra graduou-se pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) em 1997 e constituiu seu escritório em 2000. Em 2013, junto com André Gurgel, fundou o estúdio de design Mula Preta, que recebeu prêmios internacionais como o Good Design (Chicago) e o A’Design Award (Milão).



Ficha Técnica

Hermes 880
Local Natal (RN)
Início do projeto 2014
Conclusão da obra 2017
Área do terreno 1.095,75 m²
Área construída 4.698,51 m²
Arquitetura e interiores Felipe Bezerra Arquitetos - Felipe Bezerra (autor); Andrier Varela e Marco Aurélio (colaboradores)
Paisagismo Viveiro Marina Luminotécnica Lightdesign
Acústica Bianca Dantas
Estrutura e fundações George Maranhão
Elétrica Área Engenharia
Ar condicionado Refriser
Fotos Leonardo Finotti

Fornecedores

Companhia do Mármore (mármores e granitos)
Lyra Móveis (marcenaria)
Unimetais (ferragens)
Alumfer (alumínio e ferragens)
Atlas (elevadores)
Jatobá (revestimento externo)

Texto de Adilson Melendez| Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 442
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora