FGMF Arquitetos: Edifício Kenneth Butler, São Paulo

Escalonado e de uso misto

O edifício projetado pelo FGMF Arquitetos ao lado de uma estação do Metrô de São Paulo se destaca volumetricamente por seu escalonamento, que evolui à medida que se distancia da rua em direção ao fundo do lote. Térreo e dois pavimentos superiores foram pensados para receber lojas e escritórios. Na sequência, volumes sobrepostos abrigam residências e formam terraços

O terreno longilíneo com área de cerca de 1.100 metros quadrados, onde deve ser construído o edifício Kenneth Butler, está situado na avenida Adolfo Pinheiro, importante eixo de circulação da zona sul de São Paulo, e adjacente à estação de mesmo nome, que pertence à Linha 5 - Lilás do metrô, atendendo o bairro Alto da Boa Vista, no distrito de Santo Amaro.

“Devido a essa localização, o prédio conta com uma série de incentivos do mais novo Plano Diretor Estratégico da cidade [Lei nº 16.050/2014] desde que se apresente como um edifício de uso misto e possua fachada ativa, sem muros ou grades que o distanciem da rua. Sendo assim, sua configuração é de certa forma um reflexo dos benefícios da lei com o lugar e os interesses do proprietário e arquitetos”, revela o FGMF Arquitetos em memorial do projeto.

Além do Butler, o escritório está desenvolvendo outros projetos de caráter multiúso, como o edifício Pod, que será construído na esquina da rua Cristiano Viana com a avenida Rebouças, na zona oeste da capital paulista. “O uso misto, quando empregado numa escala maior, como deve acontecer em São Paulo, é positivo porque as pessoas podem trabalhar mais perto de sua residência, usufruir de comércios próximos às suas moradias ou trabalho, diminuindo o deslocamento pela cidade, além de deixar as ruas mais vivas e seguras”, argumenta Fernando Forte, que lidera o escritório paulistano ao lado de Lourenço Gimenes e Rodrigo Marcondes Ferraz.

A edificação com 4.680 metros quadrados de área construída e 12 pavimentos revela-se de forma sutil na paisagem, em razão de sua volumetria escalonada. A partir do passeio público, a impressão inicial é que se trata de um prédio de apenas dois andares, como um tipo de galeria comercial. À medida que avança em direção ao fundo do lote, no entanto, novos andares se revelam em uma composição de volumes empilhados.

“A gente fez ele inclinado para os fundos, tentando liberar o máximo de área não construída na parte frontal para dar um respiro para a rua, respeitar a estação [do metrô] ao lado e dar ênfase à parte comercial. É um trabalho difícil por se tratar de um prédio num terreno retangular, com a frente menor do que o comprimento”, explica Forte.

O térreo abriga uma sequência de lojas abertas para a rua e para o recuo na lateral do lote (alinhado ao acesso da estação do metrô), estimulando a fruição pública e a permeabilidade visual. No primeiro andar, a conexão com o exterior e o uso se repetem. Completando o embasamento, o segundo pavimento foi projetado para receber salas de escritórios, coworking, entre outros.

A partir daí, os pavimentos passam a abrigar pequenas unidades habitacionais. A ideia do cliente, segundo os arquitetos, é locar esses apartamentos, principalmente, para universitários e profissionais de saúde, já que existe uma forte presença de instituições de ensino e hospitais na região. A sobreposição irregular desses volumes forma varandas e terraços e permite melhor aproveitamento das insolações. No terceiro nível, há ainda um espaço de lazer e piscina para os moradores.

FGMF arquitetos
  

Fernando Forte (FAU/USP, 2002), Lourenço Gimenes (FAU/USP, 2001) e Rodrigo Marcondes Ferraz (FAU/USP, 2001) são os sócios do FGMF Arquitetos, escritório que fundaram em 1999.



Ficha Técnica

Edifício Kenneth Butler
Local
São Paulo (SP)
Início do projeto 2017
Área do terreno 1.131 m²
Área construída 4.680 m²

Arquitetura FGMF Arquitetos - Fernando Forte, Lourenço Gimenes, Rodrigo Marcondes Ferraz (autores); Daniel Paranhos (coordenador); Nathalie Gomes, Talita Broering, Thiago Brito (colaboradores); Patrícia Carvalho (estagiária)
Perspectivas Henrique Zulian

Texto de Camila Gonzalez| Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 447
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora