Andrade Morettin Arquitetos: Edifício Pop +, São Paulo

Subtrair para somar

A supressão de pilares nos vértices da implantação cria zonas com pés-direitos distintos no térreo que, além de valorizarem a espacialidade do pavimento semi-público, correspondem à intenção dos arquitetos de mencionar, com os vazios, os volumes das construções que existiam no local. A arquitetura do Pop +, edifício de escritórios projetado pelo Andrade Morettin Arquitetos, oscila da regularidade à diversidade para qualificar o empreendimento

Dezesseis pilares sustentam o Pop +, edifício de escritórios projetado pelo Andrade Morettin Arquitetos para a incorporadora Idea!Zarvos e localizado em cume da rua Girassol, na Vila Madalena, em São Paulo. Mas, quando tocam o chão, a soma diminui para treze. Isso porque em três das quatro arestas do edifício os pilares foram suprimidos no trecho inferior, junto ao térreo, de modo a qualificar a espacialidade do pavimento e a permitir a visualização, a partir da rua, das copas das árvores na vizinhança posterior do lote.

Além do zelo com o espaço público, que o projeto estende parcialmente para dentro do domínio privado, tal detalhe é a expressão do partido arquitetônico já mencionado pelos autores em matéria que publicamos anteriormente com a arquitetura em fase de desenvolvimento. Construído onde outrora haviam sobrados residenciais, o edifício tem vazios junto ao chão que citam visualmente as casas que foram demolidas para a sua realização.


Foto: Nelson Kon

Há, assim, um interessante escalonamento da edificação junto ao térreo, cujas áreas livres oscilam de pé-direito simples ao triplo. Este último ocorre na porção direita do lote, oposta ao núcleo de controle do acesso.

Estruturalmente, a supressão parcial dos pilares de quina foi possível através da inserção de barras metálicas diagonais que, nas suas imediações, auxiliam na transmissão dos esforços de compressão. Assim como o restante da estrutura, elas estão posicionadas por trás das fachadas - alternam-se caixilhos envidraçados, do tipo piso-teto, com painéis cegos na cor vermelha - de modo a prevalecer, no exterior, a visão dos brises verticais que contornam as suas quatro faces. Além de proteção solar, eles conferem privacidade aos escritórios.

O Pop + está centralizado no terreno de 30 metros de largura por 50 metros de profundidade, mas apesar da regularidade do posicionamento e da paginação das fachadas e dos materiais, bem como da volumetria, o projeto é qualificado pela variedade espacial. Para tanto, atuam dois fatores principais: há vazios que transpassam os pavimentos - parte dos escritórios é do tipo dúplex - e, sobretudo, se destaca a supressão dos pilares citada acima.

É notável a semelhança do projeto, conforme publicado em 2017, com a obra pronta, exceto as mudanças ocorridas no térreo. Saiu a loja da fachada frontal e, no seu lugar, aumentou a área de estar junto ao passeio público.

O Pop + foi vencedor do Prêmio IABsp 2019, na categoria Edifício Residencial, e é o quatro projeto do Andrade Morettin Arquitetos realizado pela Idea!Zarvos.


Foto: Nelson Kon

   

Andrade Morettin Arquitetos
O escritório, fundado em 1997, surgiu da associação dos arquitetos Vinicius Andrade e Marcelo Morettin, ambos formados pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU/USP) em 1992 e 1991, respectivamente. Atuando na área de projetos de arquitetura e urbanismo, desenvolve projetos de diversas escalas e de naturezas variadas, tanto para o setor público como para o setor privado. Marcelo Maia Rosa (Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2005) e Renata Andrulis (FAU/USP, 2004) são arquitetos associados do escritório



Ficha Técnica

Edifício Pop+
Local São Paulo (SP)
Área do terreno 1.488 m²
Área construída 8.774 m²
Início do projeto 2013
Conclusão da obra 2018

Arquitetura Andrade Morettin Arquitetos Associados - Vinicius Andrade, Marcelo Morettin, Renata Andrulis e Marcelo Maia Rosa (coordenação); Fernanda Carlovich, Felipe Fuchs, Fernanda Mangini, Raphael Souza, Jaqueline Lessa, Melissa Kawahara, Adriane De Luca (equipe); Daniel Zahoul, Eduardo Miller, Guilherme Torres (estagiários)
Coordenação do empreendimento Canal e Musse (eng. José Luiz Canal)
Supervisão da obra José Leandro da Silva, Camila Lazzari
Equipe Idea!Zarvos Laura Mecchi, Sérgio Meister
Estrutura Ávila Engenharia de Estruturas
Estrutura metálica Beltec Engenharia
Fundações Apoio Assessoria e Projetos de Fundações
Instalações Projetar Instalações Comerciais
Impermeabilização Proassp - Project Management and Consulting
Consultoria de caixilhos Crescêncio Petrucci Consultoria e Engenharia
Luminotécnica Reka Iluminação
Paisagismo Raul Pereira Arquitetos Associados
Programação visual Nitsche Arquitetos
Construção Sinco Engenharia
Fotos Nelson Kon

Fornecedores

Stamp (piso);
Refax (brise);
STO (revestimento);
Artalum (esquadrias);
Pertech (painéis)

Publicada originalmente em ARCOweb em 06 de Janeiro de 2020
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora