Projetos Futuros: Arquitetos Associados, Museu Casa do Pontal, RJ

Partido concilia edificações e paisagem

Nova sede do museu será construída na Barra da Tijuca e primeira fase deve ser concluída até 2017

Considerado o maior e mais significativo museu de arte popular do país, cujo acervo reúne mais de 8.500 peças de 300 artistas de 20 estados, o Museu Casa do Pontal mudará para novas instalações. O edifício, que será construído na Avenida Célia Ribeiro, na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, em um terreno de 14 mil metros quadrados, foi projetado pelo escritório Arquitetos Associados, de Belo Horizonte.

De acordo com a administração do museu, a escolha pelo projeto levou em consideração a relação do edifício com a exuberante natureza da capital carioca. “O museu terá um bom destino nesse belo espaço cedido pela prefeitura. O projeto que estamos pensando é para a cidade”, afirmou Lucas Van de Beuque, diretor executivo da instituição. A previsão é de que a primeira fase da nova sede esteja concluída já no ano que vem.

A prefeitura informou que um grupo de construtores será responsável por levar adiante o empreendimento, como contrapartida das obras que estão sendo realizadas no entorno do atual prédio do museu, no Recreio dos Bandeirantes.

Para acomodar o acervo – que já recebeu elogios do falecido escritor português e prêmio Nobel de Literatura de 1998, José Saramago – os líderes do Arquitetos Associados (André Luiz Prado, Alexandre Brasil, Bruno Santa Cecília, Carlos Alberto Maciel e Paula Zasnicoff) relatam terem desenvolvido um edifício cujo projeto partiu, de um lado, do reconhecimento das especificidades do museu atual, e, de outro, das características do novo sítio, da paisagem e da geografia do futuro endereço da instituição.

O quinteto reconhece as virtudes das atuais instalações do museu, que qualificam como “síntese entre paisagismo notável e edificações austeras”, observando que o futuro prédio procura se comportar da mesma maneira. O novo edifício repropõe essa interação através do cuidado com a escala, quando visto à distância, e de um detalhado estudo da sequência de espaços internos, que alterna interiores, pátios e jardins, de modo a propiciar uma experiência qualificada dos espaços expositivos e de permanência, escrevem os autores no memorial.

O terreno destinado à edificação possui geometria regular e topografia plana, com vegetação pouco significativa e vistas próximas sem maior interesse, segundo os arquitetos. Os visuais longos apresentam potencial de exploração controlado. Por isso, que, na proposta deles, tão importante quanto à edificação é a construção da paisagem.

Para os integrantes do Arquitetos Associados, trata-se de uma arquitetura materialmente singela que procura reforçar a delicada relação com o acervo, porém potente o suficiente para não desaparecer na paisagem de casas unifamiliares do entorno.

Uma composição que mescla áreas edificadas (constituídos basicamente de concreto, madeira, vidro), vegetação e jardins elevados reforça o sentido que o projeto deu à intervenção: o de servir de suporte para o acervo. A sequência expositiva estabelecida começa no térreo e encerra-se no segundo pavimento – é, no entanto, pontuada por intervalos, o que, na avaliação dos autores, acentua a experiência da paisagem.

O trajeto passa pelo pátio central – elemento que, integrado ao acolhimento e à exposição temporária, é o protagonista – oferecendo uma grande diversidade de espaços quanto à proporção, luz, altura, introspecção e abertura.

Embora o início do percurso seja no térreo, o projeto incluiu entradas alternativas (quatro) para permitir a exploração a partir de caminhos diferentes.



Ficha Técnica

MUSEU CASA DO PONTAL
Local Rio de Janeiro, RJ
Data do início do projeto 2015
Área do terreno 13.275,22 m2
Área construída 4.962,18 m2

Arquitetura Arquitetos Associados - Alexandre Brasil, André Luiz Prado, Bruno Santa Cecília, Carlos Alberto Maciel, Paula Zasnicoff (autores), Rafael Gil Santos (desenvolvimento), Mayra Reis (estagiária)
Cálculo estrutural Projest
Instalações prediais Fernog
Prevenção e combate a incêndios Sugan
Ar condicionado e exaustão Climar
Conforto térmico Casa do Futuro
Esquadrias N2
Paisagismo Burle Marx
Construção, gestão e coordenação dos projetos Technion

Publicada originalmente em ARCOweb em 11 de Julho de 2016
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora