Arquitetura Nacional: Pitanga Filmes, Porto Alegre

Corporativo com valor

“Transmitir um significado”. Essa é a máxima da Pitanga Filmes, uma produtora audiovisual baseada em Petrópolis, bairro da cidade de Porto Alegre. Para sua sede, elaborada pelo Arquitetura Nacional, a proposta busca um espaço de trabalho multifuncional de atmosfera descontraída para recepção de clientes e amigos

Diversidade de atividades em um mesmo espaço. A articulação desse programa - não tão extenso, mas de necessária concisão - é o ponto central do projeto elaborado para a Pitanga Filmes, produtora audiovisual de Porto Alegre. Por mais que as demandas de trabalho carecessem de certo grau de individualização no espaço, quando necessário também deveriam mostrar-se integradas.

Dessa premissa é que o Arquitetura Nacional, escritório porto-alegrense da mesma cidade responsável pela obra, retirou o conceito norteador do projeto. Os fechamentos verticais são barreiras fluídas que delimitam os ambientes, ou os integram, se abertos. Na verdade, há graduação na escala da construção dos limites. Ora as portas deslizantes de vidro estão encerradas juntamente às cortinas que acompanham o mesmo perímetro, ora abertas e apenas as últimas fechadas, ou vice-versa. O conjunto da obra não é nem de longe apenas estético, mas recursos que assumem as funções de isolamento acústico, ou visual, ou ambos. Sob tal conceito, a equipe do Arquitetura Nacional procurou abrigar as atividades de interesse coletivo - pós-produção, reuniões e multiuso - em caixas soltas, que também se configuram no espaço por planos de luz suspensos.

O grande jogo de fechamentos ainda continuou no plano que contém as áreas de apoio - copa, sanitário, sala de impressão e depósito do material de filmagem. O meio apela para uma composição de ladrilhos hidráulicos vermelhos, desenvolvida pelo escritório, e determina o fluxo linear nesse setor da planta. A mesma linguagem foi adotada também no hall de entrada, porém em tons acinzentados.

Talvez o espaço que mais revele a essência do local seja a sala de reuniões organizada como uma área de estar, destinado a exibir produções internas e abrigar compromissos de caráter mais informal. É nesse espaço, atapetado por um exemplar persa que acentua seu caráter íntimo, onde está a poltrona que se associa diretamente ao nome da produtora, visto que o design remete a uma pitanga. Na sala à frente, a mesa central de trabalho também complementa o conjunto de mobiliários diferenciados, isso porque à noite, esse elemento branco se destaca por refletir, de forma indireta, as luminárias da própria peça.

Os diferentes cenários de iluminação e a dramaticidade do contraste dos diferentes materiais empregados no projeto buscam ressaltar a identidade da produtora, variando entre compensado naval carbonizado, ladrilho hidráulico, forros retroiluminados e cortinas de veludo.



Ficha Técnica

Pitanga Filmes, Porto Alegre
Área Construída 92 m²
Ano do projeto 2018
Ano de conclusão 2019

Arquitetura Arquitetura Nacional - Eduardo L Maurmann, Elen B N Maurmann, Paula Otto (sócios); Lucas Pessatto, Marcus Arnhold e equipe
Projeto luminotécnico Studio Fos
Projeto estrutural Carpeggiani Estruturas
Obra civil Obra Pronta
Automação Beyond
Marcenaria móveis Formallar
Serralheria Souza E Muller
Vidros Vidraçaria Illusion
Mobiliário Casiere
Software Archicad
Fotos Cristiano Bauce

Publicada originalmente em ARCOweb em 04 de Setembro de 2019
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora