Casa projetada por Gui Mattos recebe Architzer A+Awards 2017

O projeto foi uma escolha tanto do júri técnico como da votação popular

A edição do Architzer A+Awards 2017 elegeu o projeto de uma residência projetada pelo arquiteto Gui Mattos e construída na praia de Itamambuca, em Ubatuba, no litoral norte de São Paulo, como um dos quatro vencedores na categoria Residential-Private House Médio Porte – o A+Awards recebe (e elege) trabalhos de arquitetos do mundo todo e é considerado um dos maiores programas de prêmios internacionais voltados para o segmento.

A casa foi uma escolha tanto do júri técnico como da votação popular. Construída em um terreno próximo do mar, a edificação atendeu ao desejo do cliente que encomendou ao arquiteto um projeto simples e que valorizasse a natureza à sua volta. Por isso, justifica Mattos, a moradia é uma construção leve, equacionada basicamente com concreto e elementos pré-fabricados de madeira.

“Em um primeiro momento temos uma estrutura quadrada, regular, de concreto, que define com clareza um chão para pisar e uma cobertura para proteger”, explica o autor. “Num segundo momento, o piso eleva-se ligeiramente do terreno natural, configurando-se como um degrau, e a cobertura busca a possibilidade estrutural de um térreo livre e fluido, juntamente com a vontade de trazer para dentro a luz, o ar e a vegetação”, ele acrescenta.

Já o teto tem a forma de prisma invertido e possui apoios dispostos simetricamente, para permitir a abertura em todas as direções. “Ele também sintetiza essa ligação permanente com a natureza e abriga por igual toda a dimensão social da casa”, conclui o arquiteto. No dia 11 último, Mattos esteve em Nova Iorque para participar da cerimônia de premiação.



Publicada originalmente em ARCOweb em 24 de Maio de 2017
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora