DM/AM Arquitetura: Coworking, São Paulo

Colaboração em espaço industrial e sustentável

Concreto aparente, madeira, aço e vidro são os materiais predominantes no projeto que o escritório DM/AM Arquitetura concebeu para o espaço de coworking CIVI-CO, na zona oeste de São Paulo

Em 1.300 metros quadrados de área, num edifício situado no bairro de Pinheiros, na capital paulista, o espaço de trabalho compartilhado CIVI-CO recebe empreendedores cívico-sociais, que nada mais são do que pessoas que buscam gerar transformações positivas na sociedade, nos espaços público e governamental brasileiros.

Partindo desse entendimento, o escritório de arquitetura paulistano DM/AM desenvolveu um projeto de interiores que prioriza o uso de materiais sustentáveis. Os ambientes são tomados por estruturas de concreto aparente e metálicas, além de elementos de madeira, aço e vidro, trazendo uma estética fabril ao coworking.

Do espaço existente, os arquitetos reaproveitaram o piso de madeira de demolição e a laje do edifício. As instalações elétricas e hidráulicas foram deixadas expostas. A linguagem industrial também foi referência para o mobiliário, em sua maioria em aço e madeira. Modulares, as peças permitem configurações que atendam às necessidades de ocupação de cada andar.

“O edifício era originalmente utilizado como uma loja de mobiliário. Para atender a nova demanda, as instalações técnicas tiveram que passar por um processo de retrofit, que foi muito rápido, porque o cliente tinha pressa em lançar o escritório. Com isso, muitas soluções tiveram que ser definidas em obra para que conseguíssemos atender o prazo para inauguração”, revela a equipe do DM/AM Arquitetura.

Assim como o paisagismo, a comunicação visual e os grafites foram responsáveis por oferecer cor e vida às áreas caracterizadas pela sobriedade, aparecendo em paredes estratégicas e divisórias de vidro.

Um dos conceitos mais importantes da proposta foi a flexibilidade, já que se trata de um espaço compartilhado por pessoas das mais variadas áreas e por períodos distintos. “O projeto deveria permitir que os layouts fossem reconfigurados com facilidade, de acordo com as demandas das empresas ‘locatárias’”, explicam os arquitetos.

O local conta com quatro andares: o térreo abriga a recepção, banheiros, café e um auditório para 80 pessoas; os outros três andares, com pé-direito alto, abrigam todo o ambiente colaborativo; na cobertura, encontra-se um terraço com um restaurante de culinária orgânica e funcional, além de espaço para conversar, eventos e reuniões informais.

Também por se tratar de um coworking, a maioria dos ambientes são amplos e possuem mesas de trabalho coletivas. No entanto, há diversas salas para uso mais privado e de reuniões, distribuídas no entorno da planta.

Além de contar com abundante iluminação natural devido às faces envidraçadas do edifício, o projeto utilizou 100% da iluminação em Led, visando reduzir o consumo energético - outra preocupação tanto da arquitetura quanto do cliente. Destaca-se visualmente numa das extremidades do layout uma luminária pendente que perpassa os pavimentos por meio do eixo de circulação vertical (escadas).

Segundo os arquitetos do DM/AM, a necessidade de alteração espacial com facilidade fez com que trabalhassem uma iluminação mais genérica, com pontos de destaque para ambientes que seriam fixos dentro de cada andar, como as áreas de café e circulações.



Ficha Técnica

Coworking CIVI-CO
Local São Paulo, SP
Início do projeto julho de 2017

Conclusão da obra novembro de 2017

Área de intervenção 1.300 m2

Arquitetura e interiores DM/AM Arquitetura
Construção Sempre Engenharia
Automação predial, climatização e ar-condicionado, instalações elétricas e hidráulicas, paisagismo e consultoria acústica Sempre Engenharia
Comunicação visual Dea Design 

Fotos Alexandre Oliveira - Jafo

Fornecedores

Novacorp, Fernando Jaeger (mobiliário)

Eliane (revestimentos)

Estilo Básico (marcenaria)

KVZM Soluções em Sinalização (comunicação visual)

Deca (louças e metais)
ARS (serralheria)

Publicada originalmente em ARCOweb em 03 de Julho de 2018
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora