Mareines Arquitetura: Restaurante Ello, Jericoacoara, CE

Com o movimento das dunas

No projeto pensado sob medida para um vilarejo do tipo 'pé na areia', o escritório carioca Mareines Arquitetura fez valer seu traço orgânico - e o restaurante, pródigo ao combinar ingredientes brasileiros, ganhou também uma cobertura sinuosa, referência à forma dançante das dunas da região

Depois de realizarem com êxito o projeto de um resort nos arredores, os sócios Ivo Mareines e Matthieu Van Beneden seguiram atuando em Jericoacoara, vila hoje voltada ao turismo de luxo - antes exclusiva dos pescadores - surgida junto à paradisíaca praia de mesmo nome. Foram contratados para desenhar o novo restaurante de um chef belga que desejava atuar no local.

Assim como no primeiro caso, a linguagem tão característica da arquitetura que desenvolvem - na qual vale a geometria complexa e a linha curva - também prevaleceu, dessa vez inspirada nas dunas pelas quais a localidade costeira é famosa.

"A intenção foi acompanhar a morfologia do lugar em vez de colocar um 'band-aid' na paisagem", resume Ivo Mareines. Daí a forma sinuosa da edificação, mais notadamente da cobertura, concebida para um lote estreito na via mais movimentada da cidadezinha. Outro partido adotado foi diluir os limites entre o espaço privado e o público - e o Restaurante Ello surgiu aberto, sem barreiras para a via de areia e amigável para os pedestres. Tal efeito de proximidade ainda saiu reforçado pelo generoso recuo frontal, contrapartida necessária ao fato de a construção ocupar integralmente o terreno nas laterais.

"Uma impressão acerca dos nossos projetos - a crença de que eles custam muito, pois dependem de alta tecnologia para serem viabilizados - caiu por terra quando esse cliente acreditou em nós", avalia Mareines, ao explicar que assumiram projeto e obra, esta pensada com mão de obra local e materiais simples. Toras de eucalipto, no caso. "A nossa arquitetura não é complicada, mas uma arquitetura com uma forma complexa. E, nesse caso, provamos que ela também funciona em versão mais ‘rudimentar’", continua.

A opção pela madeira roliça oriunda de floresta plantada derivou não apenas de uma certa parcimônia orçamentária da dupla criativa, mas também porque Ivo e Matthieu procuravam soluções sustentáveis. Como consequência, porém, o comprimento natural das peças, incapazes de vencer grandes vão, ditou a conformação da estrutura e da cobertura. “Transformamos a necessidade dos inúmeros apoios em um trunfo, um elemento do projeto. Trabalhamos bastante sobre as maquetes digitais até chegar à elaborada forma final”, explica Ivo sobre o processo iniciado ainda no escritório carioca.

As referências orgânicas marcaram também o tratamento das superfícies: além do telhado de taubilhas, arrematado internamente com esteiras de bambu, as divisórias laterais – arredondadas – são de alvenaria com placas de pedra rústica e desenham uma ampla curva; no trecho superior, cedem a vez a uma trama vazada feita com taquaras de bambu, que filtra a entrada dos raios solares fustigantes e garante a ventilação cruzada. Do tipo cimentício, o piso ainda recebeu inserts de madeira ripada, formando enormes folhas no revestimento.

Idiossincrática, a linguagem da arquitetura praticada pelos dois sócios atendeu o programa de necessidades - essencialmente, o pedido era por um restaurante aberto para rua de areia, com bar integrado e uma cozinha visível - e casou perfeitamente com as imposições climáticas e geográficas. "Era imperioso criar sombra, fugir dos inclementes ventos alíseos que sopram por ali e eleger matérias primas resistentes à maresia", resume Ivo Mareines.

 

Mareines Arquitetura
Sediado no Rio de Janeiro, o estúdio foi fundado em 2016 por Ivo Mareines, que hoje tem ao seu lado outro sócio arquiteto, Matthieu Van Beneden. Junto à equipe, a dupla busca desenvolver projetos tecnológicos, poéticos e que primem pela qualidade estética, visando promover uma sociedade mais equilibrada e sustentável. Ivo Mareines é formado em arquitetura e urbanismo (FAU Braz Cubas, 1979). Já Matthieu Van Beneden graduou-se arquiteto (Institut Supérieur d'architecture ST LUC, 2007) em Bruxelas, na Bélgica, e se juntou ao Mareines Arquitetura em 2017, contribuindo para a internacionalização do escritório.



Ficha Técnica

Ello Restaurante

Local Jericoacoara (CE) 
Área do terreno 184 m²
Área bruta construída 290m²
Início do projeto 2016
Conclusão da obra 2019

Arquitetura Mareines Arquitetura - Matthieu Van Beneden e Ivo Mareines (autores)
Fotos Chico Rasta

 

Fornecedores

Serge Ferrari (tecido solar Soltis)

Publicada originalmente em ARCOweb em 20 de Janeiro de 2020
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora