MoMA de NY inaugura instalação biodegradável para celebrar verão

Projeto é assinado pelo escritório The Living, que ganhou a edição de 2014 do "Moma Ps1 Young Architects Program"

Para celebrar a chegada do verão na cidade de Nova York, o Museum of Modern Art (MoMA) acaba de inaugurar a instalação temporária “Hy-Fi”, construída a partir de biotijolos produzidos com caules de milho e cogumelos.

O projeto, assinado pelo escritório The Living, venceu a edição de 2014 do "Moma Ps1 Young Architects Program", concurso anual do museu nova-iorquino voltado para jovens arquitetos.

Biodegradável, o volume é composto por duas torres circulares, que contam com aberturas ao longo da fachada e da cobertura, a fim de maximizar a ventilação natural. Na parte superior, os tijolos reflexivos, produzidos a partir de uma cobertura espelhada especial, são usados para conduzir a luz solar até a base da estrutura.

Segundo o curador do MoMA, o português Pedro Gadanho, este é o primeiro “programa de tamanho considerável a propor quase zero de emissões de carbono no seu processo de construção e, além de reciclar, apresenta-se como 100% biodegradável”.

Acessível para os visitantes do MoMA PS1, em Long Island, a instalação abrigará festivais de música durante os três meses de verão. Em setembro, a estrutura será removida e os tijolos passarão por decomposição e, posteriormente, serão doados como adubo.

Publicada originalmente em ARCOweb em 01 de Julho de 2014
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora