Lançamento: guia tematiza construção de cidades para pessoas

A proposta encabeçada por Gehl Architects e Comunitas compila em um guia as maneiras de construir cidades inclusivas que priorizem qualidade de vida


Foto do guia Como prefeitos e prefeitas podem construir cidades para pessoas, distribuído no workshop sobre Planejamento Urbano, ontem em Campinas (Foto: Gilson Machado/Prefeitura de Campinas)

Na última quinta-feira, 19 de setembro de 2019, foi realizado o workshop sobre Planejamento Urbano na sede da prefeitura de Campinas, São Paulo, com o objetivo de discutir sobre vida urbana, sua importância e como melhorar os espaços públicos das cidades. Realizado pelo Programa Juntos, da Comunitas - entidade da sociedade civil - em parceria com o escritório dinamarquês Gehl Architects, fundado por Jan Gehl, o evento teve a presença de prefeitos, secretários municipais de todo o país e arquitetos.

A grande novidade é, na verdade, o lançamento do guia A Mayor's Guide to Public Life - em português, Como prefeitos e prefeitas podem construir cidades para pessoas. Entregue aos administradores e servidores públicos presentes no evento, o guia está disponibilizado para download no site da Rede Juntos e tem como ponto central ensinar aos prefeitos e servidores o passo a passo para realizar transformações dos espaços públicos.

Tal viés vai ao encontro da especialidade dos projetos públicos sociais do Gehl Architects. O conceito de trabalho é justamente o maior uso dos espaços públicos pelas pessoas como melhoria da qualidade de vida e promoção do censo de comunidade para tornar as cidades mais justas, inclusivas, dinâmicas. De acordo com o escritório, a maior convivência nos espaços públicos diminui a criminalidade e melhora a saúde física e psíquica, por facilitar atividades. Portanto, todos estes benefícios devem ser levados em conta na realização de intervenções arquitetônicas de espaços públicos existentes ou novos.

A primeira parte do workshop foi ministrada por Rute Nieto Ferreira, arquiteta do Gehl Architects, e Claudia Escarlate, ex-coordenadora de planejamento na Secretaria Municipal de Urbanismo, Infraestrutura e Habitação do Rio de Janeiro e também consultora do escritório. Segundo Nieto Ferreira, o planejamento urbano tradicional pode ter inúmeras barreiras e o planejamento de ações propositivas permite pular os obstáculos. Ainda, o planejamento orientado pela atenção traz benefícios como redução de custos e um maior espaço para adaptações e alterações pelo processo conter mensuração contínua.

Na parte da tarde, o workshop estendeu para a rua. Especialistas em planejamento público das prefeituras parceiras saíram do gabinete em direção à Catedral Metropolitana de Campinas, Largo das Andorinhas e o Centro de Convivência. A experiência utilizou a metodologia desenvolvida pelo Gehl que coloca as pessoas em primeiro lugar ao pensar em desenvolvimento urbano. Dessa forma, as lideranças públicas conseguiram entender como as ruas e outros espaços públicos estavam beneficiando ou não a qualidade de vida.

Além dos arquitetos do Gehl Architects - Maurício Duarte Pereira, Rute Nieto Ferreira e Claudia Escarlate - participaram do evento o prefeito de Campinas, Jonas Donizette, o secretário municipal de infraestrutura da cidade, Pedro Leone Luporini dos Santos, o prefeito de Teresina, Firmino Filho, o secretário de urbanismo da prefeitura de São Paulo, Fernando Chucre, e o secretário de infraestrutura da prefeitura de Salvador, Bruno Reis. Também marcaram presença a diretora-presidente da Comunitas, Regina Esteves, e empresários do núcleo de governança do Programa Juntos.



Publicada originalmente em ARCOweb em 20 de Setembro de 2019
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora