Prefeitura do Rio de Janeiro vai desapropiar 14 imóveis na Região Portuária

Publicado dia 11 de setembro no Diário Oficial da União, um decreto assinado pela presidente Dilma Rousseff autoriza a Prefeitura do Rio de Janeiro a desapropriar 14 imóveis na Região Portuária da cidade. O texto define que os terrenos devem ser utilizados para revitalização e urbanização do distrito.
Entre os imóveis da região, há uma ocupação chamada “Quilombo das Guerreiras”, que está alocada no prédio da Companhia Docas há quase sete anos, além de diversos grêmios de escolas de samba e galpões abandonados. No terreno atualmente ocupado, serão construídas cinco torres comerciais, investimentos do bilionário americano Donald Trump.
Com 38 andares cada, as duas primeiras torres, batizadas de “Trump Towers”, estão previstas para serem concluídas até os Jogos Olímpicos de 2016 e a construção deve começar ainda este ano.
A fachada, de vidros com gabarito elevado, dividiu a opnião de arquitetos acerca da criatividade e funcionalidade do projeto. A arquiteta Gizzeli Gomes Rocha, da equipe brasileira que desenvolve o projeto, argumentou à reportagem do jornal O Globo que existem muitos prédios modernistas no Rio que são envidraçados. Segundo ela, assim como os exemplares modernistas, as torres de Trump também terão brise-soleils.

    Publicada originalmente em ARCOweb em 12 de Setembro de 2013
    • 0 Comentários

    ENVIE SEU COMENTÁRIO

    Assine PROJETO e FINESTRA!
    Acesso completo grátis para assinantes


    Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

    Assine agora