< meta name="keywords" content="economia criativa; Coda arquitetos; Brasília; hub digital" /> Coda Arquitetos: Edifício para economia criativa, Brasília - ARCOweb

Coda Arquitetos: Edifício para economia criativa, Brasília

No SIA, depois da Fabrika, um hub digital

Desenho das fachadas da edificação revela configuração interna. Projeto do Coda Arquitetos para um hub digital no Setor de Indústria e Abastecimento, em Brasília, deixou a face oeste do prédio mais protegida, concentrando aberturas e transparências no volume dos espaços corporativos

No período da construção de Brasília, era no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) que as construtoras armazenavam os materiais destinados às obras da nova capital. Como a própria sigla explicita, o SIA era destinado às atividades industriais e de abastecimento da capital federal. A dinâmica de crescimento da cidade mudou essa situação. Em 2010, uma pesquisa da Companhia de Planejamento do Distrito Federal apontou que a maior parte das empresas com sede naquela região (23,8%) eram prestadoras de serviços.

Nesse segmento incluiu-se mais recentemente as empresas da chamada economia criativa, entre elas as produtoras de audiovisual. A pioneira a ocupar os limites do SIA foi a Fabrika, grupo fundado em 1999, atualmente constituído por três empresas: Fabrika Filmes, Conecta Estratégia e a F2 Filmes. Para projetar sua primeira sede na região, a Fabrika contratou o Coda Arquitetos, jovem escritório brasiliense. A intenção da produtora era

Acesso exclusivo para assinantes! Para continuar, assine PROJETOdesign

Clique e Assine Já sou assinante PROJETOdesign

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora