< meta name="keywords" content="Entrevista" /> Luigi Snozzi: Arquitetura, política, ensino e Brasil - ARCOweb

Luigi Snozzi: Arquitetura, política, ensino e Brasil

"A criação de Brasília é um fato extraordinário. Ali se vê o potencial de um grande futuro para o país."

Nas décadas de 70 e 80, a arquitetura suíça entrou em evidência graças a profissionais do Ticino, cantão italiano do país. Luigi Snozzi fez parte desse seleto grupo - com Mario Botta, Livio Vacchini, Aurelio Galfetti e Tita Carloni - que tinha como característica a forte leitura do entorno. No ano passado, Snozzi esteve duas vezes no Brasil: em junho, visitou Brasília e São Paulo; em setembro, voltou a São Paulo e foi ao Rio de Janeiro. PROJETO DESIGN entrevistou-o durante visita a obras da arquitetura paulista, a qual não cansou de elogiar: a FAU/USP é "a faculdade de arquitetura mais bonita do mundo"; o Sesc Pompéia, "o edifício mais importante para o povo brasileiro"; a residência Millan (de Paulo Mendes da Rocha), "uma casa-manifesto".

Acesso exclusivo para assinantes! Para continuar, assine PROJETOdesign

Clique e Assine Já sou assinante PROJETOdesign

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora