Edição 441: Projetar sempre

Outro cearense assume a presidência do CAU/BR. Após as duas gestões sucessivas de Haroldo Pinheiro Villar de Queiroz, iniciadas em 2010 (ano de criação do Conselho de Arquitetura e Urbanismo - CAU), foi eleito para o cargo, em janeiro passado, o arquiteto Antonio Luciano de Lima Guimarães.

Na entrevista  que concedeu a Adilson Melendez poucos dias depois do feito, Guimarães afirmou que sua gestão não será de rupturas, mas de aperfeiçoamento e de “continuidade da construção do conselho”. O que quer dizer que a sua intenção é aprimorar a troca de informações com os conselheiros federais e estaduais e também a colaboração com as entidades de classe, que possuem no CAU um colegiado que as representa. Um dos desafios, então, será conciliar essa vibração de continuismo com o fato de muitos dos conselhos estaduais, eleitos no final do ano passado, serem compostos por arquitetos que iniciam agora a sua atuação no órgão (leia na seção Em Dia).

Também na entrevista, o arquiteto cearense menciona a questão do ensino da arquitetura e urbanismo no Brasil demandarem especial atenção do CAU. Tanto no sentido da colaboração do órgão com o Ministério da Educação para garantir à sociedade que as escolas, novas e operantes, tenham de fato estrutura e projeto pedagógico capazes de formar bons profissionais, quanto no debate sobre a autorização para o exercício da profissão após a conclusão do curso. Guimarães, assim, não parece afeito à ideia de que se estabeleça um exame de ordem, a exemplo do que ocorre com os advogados, mas, em compensação, cita o trabalho de graduação como bom exemplo para a averiguação dos conhecimentos do aluno.

Nesse sentido, apresentamos também nesta edição o resultado do 28° Opera Prima, o concurso nacional de trabalhos de graduação em arquitetura e urbanismo promovido pela revista PROJETO, relativo ao ano letivo de 2016. Participaram 176 escolas de todo o país, responsáveis pela inscrição do total de 551 projetos, analisados nas duas fases do certame: a regional e a nacional. Entre os cinco vencedores (mais o ganhador da categoria especial #ImagineComVidro) e demais finalistas, há desde projetos de cunho urbano, inclusive de desenho urbano, como os tradicionais trabalhos de edificação, cuja consistência foi elogiada pelos jurados. Mas há também projetos de natureza mais investigativa, que sinalizam a necessária prospecção de novas áreas de atuação pelas futuras gerações de arquitetos.

Novas áreas de atuação e qualidade investigativa são características que também perpassam alguns dos trabalhos que selecionamos para a seção especial desta edição da PROJETO, dedicada aos projetos futuros, ou seja, aqueles que estão sendo desenvolvidos atualmente no país. São dez trabalhos no total, com programas variados: educação, esportes, serviços, habitação, comércio, multifuncionais. Três deles são de complexos multiúso, cuja concepção envolve a adoção de estratégias como a fachada ativa ‑ implantar comércios no térreo das edificações, nas faces voltadas para a rua - e a mistura de usos, como forma de aumentar o potencial construtivo sem, contudo, prejudicar a cidade.

A tal conjunto de selecionados adicionamos ainda cinco projetos não executados que integram a seção ARCOweb. Vale a pena conferir! Na seção Finestra, trazemos ao leitor um resumo das discussões ocorridas no Glass Façades Day, evento ocorrido em outubro passado, em São Paulo, além das matérias sobre dois projetos muito competentes, tanto arquitetônica quanto tecnicamente, sobretudo no sentido de que a consolidação do partido resultou do trabalho bem entrosado entre pesquisa e especificação de materiais para os sistemas de fachadas.

E como a investigação de novos materiais é tarefa essencial ao exercício da arquitetura, apresentamos, por fim, o nosso Guia de Produtos 2018, contendo os principais lançamentos de produtos pela indústria da arquitetura e construção no Brasil.

CONFIRA A EDIÇÃO 441 DA PROJETO.

Texto de Evelise Grunow, editora executiva| Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 441
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora