Estúdio Módulo: Edifício Ágora, Joinville (SC)

Austeridade humanizada

Arquitetura, desenho urbano, sinalização, fotografia, cursos de representação visual. Da polivalente frente de atuação do Estúdio Módulo, coletivo de arquitetura constituído em 2014 em São Paulo, é expressiva a participação em concursos de arquitetura. Entre os trabalhos vitoriosos, o primeiro de autoria solo a ser construído foi o edifício Ágora, parte do projeto vencedor da competição promovida em 2018 para a criação de uma nova área de parque industrial e tecnológico de Joinville, em Santa Catarina

A arquitetura do Ágora, edifício que funcionará como porta de entrada do Ágora Tech Park (2019), área de expansão do Condomínio Perini Business Park (2001), no norte de Santa Catarina, é fundamentada no uso de sistemas construtivos pré-fabricados. Evidente a sinergia do partido arquitetônico com a filosofia de trabalho do estúdio, pautada pela racionalidade como sugerido pelo seu nome, mas nesse caso se tratava de uma condição a priori.

O cliente e promotor do concurso - que teve como jurados os arquitetos Gustavo Cedroni, Mário Biselli e Roberto Loeb, além do secretário de Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentável de Joinville, Danilo Conti, e de diretores do empreendimento, Emerson Edel e Marcelo Hack - tem uma construtora que, igualmente sediada no condomínio empresarial, foi a responsável pela implantação desse e de grande parte dos edifícios nele localizados, nos quais costuma utilizar a construção seca, industrializada.

Agilidade e economia de recursos justificam a escolha, de modo que já na época da competição se estabeleceu que o edifício inaugural da nova área do parque abriria em março de 2019, cronograma que foi rigorosamente cumprido. Ambos o masterplan e o Ágora, que publicamos agora, foram objeto do certame.

Os edifícios futuros serão destinados a empresas de tecnologia e às atividades de ensino, pesquisa e de hospedagem e estarão dispostos ao longo de dois eixos perpendiculares entre si e que contornam a mata preservada. O Ágora, dado o seu papel de sede do empreendimento, localiza-se na esquina do terreno com cerca de 75 mil metros quadrados, inserido nos 2,8 milhões de área total do condomínio.

A arquitetura do edifício é organizada em torno de ruas internas que, de livre acesso, correspondem aos eixos (norte e leste) do masterplan. Comparando o desenho de implantação apresentado no concurso e o atual, percebe-se que nos quatro meses de desenvolvimento do projeto - prazo bastante enxuto - a edificação se consolidou como a sede do parque não apenas por suas qualidades intrínsecas, mas também pela supressão das edificações destinadas a convenções e serviços a favor da maior quantidade de edifícios corporativos.

Enfraqueceu-se, portanto, um tanto da ideia de favorecer o caminhar contínuo através das construções, capaz de criar um vínculo forte da arquitetura com o lugar, mas, em compensação, o Ágora teve fortalecido o seu papel de articulador de todo o conjunto, explícito na demarcação que ele faz da entrada do empreendimento.

No térreo, há um auditório com 170 lugares, lanchonete, restaurantes, praças de alimentação, coworking, salas integráveis de reunião, administração e áreas abertas de estar, que têm uso complementar mas independente dos escritórios dos pavimentos superiores. Há, de fato, clara distinção entre o térreo e o corpo elevado do edifício, sendo este último conformado por duas alas longitudinais paralelas, com dimensões distintas.

Elas possuem dois pavimentos, e a mais larga é destinada aos escritórios enquanto que a mais estreita, às salas de uso compartilhado: multiúso, reuniões e copa. Por causa da complementaridade de funções, favorece-se a conexão entre as laterais através de passarelas.

No térreo, os vértices do prédio são ocupados por volumes que abrigam o auditório e o restaurante de um lado e, do outro, salas de reunião e coworking, todos intermediados por áreas livres. Esses núcleos do embasamento têm paredes com angulações e alinhamentos discordantes aos dos prismas superiores, de modo a criar certa dinâmica que agrega, através de sombreamentos, recuos e avanços em forma de jardins e varandas, sutileza à racionalidade da arquitetura.

A cobertura é um grande retângulo de 52,5 metros por 38 metros, parte vedada com telha termoacústica e parte em forma de shed (sobre o átrio de pé‑direito triplo), que se prolonga nas fachadas laterais através de abas verticais feitas com telhas metálicas perfuradas. Essa pele externa recobre, por sua vez, as fachadas envidraçadas, ora translúcidas ora transparentes. Na precisão da arquitetura do Ágora, cada material e forma cumpre papel decisivo de imprimir sensações no espaço.

  

Estúdio Módulo Arquitetura

Fundado em 2015, o Estúdio Módulo é um coletivo voltado para a produção de arquitetura, desenho urbano e design gráfico, dirigido por Guilherme Bravin (Fundação Armando Álvares Penteado, 2012) e Marcus Vinicius Damon (Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade  Presbiteriana Mackenzie - FAU/Mackenzie, 2008). Conquistou o primeiro lugar no Concurso para Mobiliário Urbano de São Paulo; em 2017, o primeiro lugar no Concurso Fechado para Novo Centro Cultural e Recreativo do Esporte Clube Pinheiros, em parceria com o MMBB; em 2018, o primeiro lugar no Concurso para o Parque Tecnológico Ágora, em Santa Catarina; e em 2019, o primeiro lugar no Concurso para a Nova Sede da AEAS. Os autores do Ágora Tech Park são Marcus Vinicius Damon, Guilherme Bravin e Andressa Diniz (FAU/Mackenzie, 2019).



Ficha Técnica

Ágora Hub

Local Joinville (SC)
Início do projeto 2018 (concurso)
Conclusão da obra 2019
Área do terreno 83.310 m2 (masterplan)
Área construída 7.917,8 m2 (edifício); 74.578,9 m2 (masterplan)

Arquitetura (concurso) Estúdio Módulo Arquitetura - Marcus Vinicius Damon, Guilherme Bravin, Andressa Diniz (autores); Daniel Korn, Manon Garcia, Raquel Andrade (colaboradores); Alessandra Figueiredo (revisão textos); Miguel Marata (consultoria de estrutura)
Arquitetura (executivo) Marcus Vinicius Damon (coordenador geral); Guilherme Bravin (responsável administrativo); Andressa Diniz, Fabiana Perazolo, Jéssica Oliveira, Julia Dell’Acqua, Paula Máximo, Roberta Alecrim (colaboradores); Gabriela Galuppo Parisi (BIM manager)
Paisagismo Estúdio Módulo - Alessandra Figueiredo, Marcus Vinicius Damon
Concreto e metálica Beta 2 Engenharia
Elétrica, telecomunicações, incêndio, hidrossanitária, drenagem, impermeabilização Grupo VAEA
Climatização Meros & Silva
Promoção Perini Business Park / Join Valle
Construção e gerenciamento Perville Engenharia e Empreendimentos
Fotos Nelson Kon

Fornecedores

Fave Group (fachadas ventiladas Viroc);
Sulmetais (chapas perfuradas das fachadas);
Salver Esquadrias (esquadrias de vidro);
Tecnogran (calçadas drenantes e piso térreo de fulget);
Eliane (cerâmica);
Marcenaria Becker (piso e forro de madeira);
Docol (torneiras e inox);
Ambi Brasil (parede e forro do auditório);
Casa Interior (palco e marcenaria);
Decore Acabamentos (carpete);
Ecoa Energia (fotovoltaico);
Gecel Instalações (hidrossanitária e drenagem);
HD Comunicação Visual (logo HUB);
Inovar Portas e Divisórias (painéis recolhíveis do auditório, divisórias dos banheiros);
Manchester Climatização (climatização);
Midea (aparelhos de ar‑condicionado); 
Marmoraria Pirabeiraba (granitos);
Medeiros Terraplenagem (terraplenagem e pavimentação);
Metalville (estrutura metálica, guarda‑corpo metálico);
Móvel5, Tok&Stok (mobiliário);
Neomot (elevador);
Philuz (luminárias);
Proet Instalações (elétrica, iluminação e comunicação);
Rei das Divisórias (drywall e placa cimentícia);
Incomatelli (portas);
Supreme (audio e video);
Perville Engenharia (pré-fabricados);
Acrysul (impermeabilizações);
Art Maior Paisagismo (paisagismo);
Bergozza Pinturas (pintura);
Kastrup (poltronas do auditório);
Marelli (mesas das salas de reunião);
Q-railing (guarda-corpo de vidro)

Texto de Evelise Grunow| Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 450
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora