Mapa Arquitetos: Casas de lazer, São Luiz do Paraitinga, SP

Refúgios na paisagem exuberante

A recente experiência do escritório Mapa Arquitetos com as casas Minimod efetivou-se na Fazenda Catuçaba, em São Luiz do Paraitinga, SP. São duas unidades, uma com implantação em cruz e a outra linear. Na definição dos arquitetos, as construções são uma releitura contemporânea dos abrigos primitivos, inseridos agora na exuberante paisagem paulista da serra do Mar. Painéis maciços obtidos a partir de madeira de reflorestamento conformam os refúgios

Localizada na área rural de São Luiz do Paraitinga, no vale do Paraíba, a Fazenda Catuçaba se estende por uma área de 450 hectares. O cenário natural, caracterizado por paisagens onduladas e vegetação densa, típica das montanhas da serra do Mar, é um dos atrativos do local. Foi nessa região que a equipe do Mapa Arquitetos - estúdio de arquitetura com escritórios em Porto Alegre e Montevidéu - implantou duas unidades das Minimod.

É assim que os integrantes do Mapa denominam a investigação a que vêm se dedicando há alguns anos para suprir a demanda de clientes por uma segunda casa, contraposta à rotina cotidiana - um refúgio, como os autores consideram as Minimod, e um produto, como eles a classificam, dado seu processo industrial de fabricação.

Conceitualmente, os arquitetos dizem se tratar de uma releitura contemporânea do abrigo primitivo. A ideia inerente ao projeto é a fruição de paisagens remotas, afastadas das cidades. No caso de Catuçaba, as unidades ficam em grandes terrenos, distantes entre si e afastados da sede da fazenda.

Como condição ideal, as Minimod demandam terrenos isolados que podem estar tanto no topo de um morro como na margem de uma lagoa. O sistema construtivo empregado se baseia na combinação de módulos, que são escolhidos de acordo com as especificidades de cada paisagem e o desejo dos usuários, permitindo diversidade de alternativas tanto em acabamentos externos quanto nos equipamentos internos.

Trata‑se de uma opção à construção convencional, reunindo as vantagens do sistema industrializado. Eles apontam, por exemplo, maior precisão e rapidez construtiva, menor quantidade de resíduos e, sobretudo, a responsabilidade ambiental. O material principal do sistema (na forma como ele foi aplicado na fazenda de São Luiz do Paraitinga) é um painel maciço de madeira, obtido através de uma trama de lâminas.

Em geral, as construções são transportadas por carretas e gruas praticamente prontas para a montagem. No caso das unidades de Catuçaba os refúgios são autônomos, tanto na relação de geração e consumo de energia (através de placas fotovoltaicas), como no abastecimento de água (de nascentes locais) e instalações sanitárias - o esgoto é direcionado para fossas, tratado em sistemas filtrantes e a água restante devolvida ao curso d’água com alto grau de pureza, assegura a equipe.

A Minimod Catuçaba I está no alto de uma colina e tem implantação em cruz. “Cada espaço do refúgio se volta a um ponto cardeal diferente. Vivência do ciclo da natureza circundante: amanhecer, dia, pôr-do-sol, noite; primavera, verão, outono, inverno e - novamente - primavera”, escrevem os autores.

Já a Minimod Catuçaba II possui a mesma quantidade de módulos da primeira, porém dispostos de forma linear. O refúgio se abre em direção à pequena lagoa e se esconde entre a vegetação. “Ela coloca-se em paralelo ao desnível do morro, com o qual se integra através de um deque que se expande em direção à paisagem”, registra ainda o memorial.


Andrés Gobba (Universidade de La República/Uruguai, 2009); Mauricio López (Universidade de La República/Uruguai, 2009); Rochelle Castro (Ulbra, 2002); Luciano Andrades (Ulbra, 2002); Matías Carballal (Universidade de La República/Uruguai, 2009); e Silvio Machado (UniRitter, 2004) são os integrantes do Mapa Arquitetos. A equipe define o estúdio como um coletivo binacional que aborda projetos de arquitetura de múltiplas escalas no Brasil e no Uruguai. Suas intervenções com as Minimod na Fazenda Catuçaba foram recentemente premiadas na décima edição da Bienal Ibero-Americana de Arquitetura e Urbanismo.



Ficha Técnica

MINIMOD CATUÇABA
Local São Luiz do Paraitinga, SP
Data do início do projeto 2014
Data da conclusão da obra 2015
Área construída 42 m2

Arquitetura e interiores Mapa Arquitetos - Luciano Andrades, Matías Carballal, Rochelle Castro, Andrés Gobba, Mauricio López, Silvio Machado (autores); Pablo Courreges, Diego Morera, Emiliano Lago, Mauricio Müller, Camilla Pereira (equipe)
Elétrica Ari Martins Colares
Hidráulica Júlio César Troleis
Construção Crosslam
Fotos Leonardo Finotti

Fornecedores

Fundações e obras in-loco Pharcon
Esquadrias metálicas Donosti
Parafusos Rothoblass
Claraboia Solatube
Placas fotovoltaicas Windeo
Impermeabilização Firestone
Toldos retráteis TPS
Piso box Astro
Marcenaria Aguinaldo Gonçalves da Costa
Louças e metais Deca

Texto de Adilson Melendez| Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 432
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora