PERFIL: Reinach Mendonça, Residência RFC, São Paulo

Interior expandido

Casas de campo predominam no portfólio atual de projetos residenciais do RMAA, mas esta que publicamos aqui pertence a uma realidade diferente. Sua localização urbana, na vizinhança do Parque Ibirapuera, em São Paulo, é identificável tanto pela compactação do programa (ainda que não se trate de uma casa pequena, ao contrário, ela totaliza 600 metros quadrados de área construída) quanto pelo confinamento entre muros que, no entanto, o projeto é hábil em relevar a segundo plano.

O terreno, horizontal, tem forma aproximadamente quadrada - com 21 metros de lado - e a sua divisa com a rua tem orientação norte. Há vizinhos em ambas as laterais e também nos fundos.

A casa tem dois pavimentos, além de um pequeno subsolo junto à sauna, e a construção está concentrada na metade direita do lote, adotando forma irregular que se assemelha a U. Dele, uma ponta angulada avança sobre o jardim, abrigando a sala de estar no térreo e uma (entre as três) suítes dos filhos acima. Garagem e dependências de serviço e empregados conformam um núcleo fechado em meio à espacialidade aberta do térreo, voltados, porém, para um estreito pátio longilíneo posicionado junto à divisa direita. Na outra ponta do U, estão a cozinha externa e a área de refeições, que são centrais na dinâmica doméstica por causa dos hábitos da família.

Todo o térreo, então, é vedado ao exterior através de portas de correr, de vidro, o que significa que os ambientes estão totalmente integrados visualmente com o jardim. Além disso, dada a proximidade entre as abas da construção, incentiva-se a mútua visualização entre os espaços, relevando a segundo plano a percepção dos muros de divisa - pintados em tonalidade escura, de modo a funcionarem como um discreto plano de fundo.

O andar superior tem ambiência parecida, ou seja, nele está estabelecida uma relação de vizinhança entre as abas do U, mas a sua materialidade é diversa. Tijolo aparente conforma as fachadas, assentado com junta seca, e os terraços possuem piso e forro de madeira - o mesmo ocorre na área da cozinha externa, no térreo -, com a variante do forro treliçado na varanda do quarto do casal.

O resultado é a valorização da brancura dos interiores, emoldurada pela madeira, como se a casa fosse a extensão do jardim por causa da claridade dos seus ambientes.

Interessante observar a engenhosidade da arquitetura em equacionar as restrições legais urbanísticas (recuos, gabarito etc.) e as intersecções entre os setores residenciais (a organização, em planta, é realmente intrincada) através de uma espacialidade generosa e harmônica. Para tanto, conta - além da sensibilidade dos arquitetos - a adoção de soluções técnicas fundamentais para a qualidade do projeto, sobretudo no que diz respeito à leveza estrutural.

Ou seja, são delgados os pilares de concreto visíveis no térreo, o que resulta, entre outros, do peso menor da cobertura do que em construções convencionais. Ela é feita com painéis de tiras de madeira, do tipo OSB, revestidos na sua face superior com manta impermeabilizante. Também a solução mista estrutural, metálica e de concreto, colabora nesse sentido.

No que diz respeito à sustentabilidade, a casa conta com cisterna para reaproveitamento da água da chuva e sistemas de aquecimento solar e fotovoltaico.



Ficha Técnica

Local São Paulo (SP)
Início do projeto 2015
Conclusão da obra 2018
Área do terreno 465 m2
Área construída 612 m2
Arquitetura e interiores RMAA Arquitetos Associados - Henrique Reinach e Maurício Mendonça (autores); Paula Leal (coordenadora); Camila Osele, Carol Rasga, Claudia Bigoto, Daniela Sopas, Douglas Morilhão, Felipe Barba, Gabriel Artuzo, Giovanna Federico, Mayara Ready, Nathalia Grippa, Rodrigo Nakajima, Rodrigo Oliveira, Tadeu Ferreira, Taís Vieira, Tony Chen, Victor Gonçalves (colaboradores)
Paisagismo Jardim Paulistano
Luminotécnica Lightworks (Airton José Pimenta)
Estrutura Benedictis
Engenharia Elétrica e hidráulica Zamaro
Construção Epson Engenharia
Fotos Nelson Kon

 

Fornecedores

Pial Legrand (acabamentos elétricos)
Rinnai (aquecedores casa e solar piscina)
Pentair (aquecimento e equipamentos piscina)
Hidrosistemas (energia fotovoltaica)
LG (ar condicionado)
HRX Soluções (fornecedor de componentes para automação)
Cobertura Plana (cobertura PVC/ OSB)
Zeloart (esquadrias de alumínio)
Lightworks (iluminação interna e externa)
DL Sistemas (fornecedor de componentes de irrigação)
Micapel Mineração (pastilhas piscina)
Indusparquet (piso de madeira)
Sander Inox (cisterna)
Deca-Duratex (louças e metais)
Marcenaria e Design Pimentel (marcenaria)
Granitorre Fulget (piso granilite e fulget)
Saint-Gobain Brasil (revestimentos cerâmicos)

Texto de Evelise Grunow| Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 449
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora