PERFIL: studio mk27

Casa de engenheiro, traço de arquiteto

A residência resulta da composição de volumes retangulares cobertos por lajes planas em concreto

Um dos sócios da Pasqua e Graziano Associados, empresa que desenvolve projetos estruturais para escritórios como aflalo/gasperini arquitetos e GCP Arquitetura & Urbanismo, entre outros, o engenheiro Luiz Roberto Pasqua é admirador do traço do studio mk27. Embora nunca tivesse desenvolvido trabalhos junto ao escritório fundado por Marcio Kogan, no momento em que decidiu construir a sua residência na Fazenda Boa Vista, foi a ele quem confiou o projeto.

A Fazenda Boa Vista é um empreendimento que, idealizado pelo braço incorporador do grupo JHSF, está prestes a completar uma década. Na propriedade, situada no município de Porto Feliz e acessível pela rodovia Castelo Branco, já foram edificadas mais de duzentas residências - dezenas das quais desenhadas por escritórios de arquitetura que estão entre os mais requisitados para projetos de casas de alto padrão. A equipe liderada por Kogan é das mais atuantes no local.

Por se tratar de um profissional com larga experiência em um segmento com o qual o projeto arquitetônico está diretamente relacionado, o engenheiro tinha noção bastante precisa da encomenda, responsabilizando-se inclusive pelo cálculo estrutural da edificação.

As arquitetas Carolina Castroviejo e Elisa Friedmann, coautoras do projeto, acreditam ter sido essa a primeira ocasião em que o escritório teve como cliente um calculista de estruturas. “Não que tivéssemos nos amedrontado, mas o tempo todo nos perguntamos quais seriam as suas considerações, uma vez que ele sempre esteve presente no desenvolvimento do projeto”, recorda Elisa.

A dupla lembra que o primeiro estudo não seguiu adiante, tanto em razão da dimensão como dos custos, “mas era muito bonito”, reconhece Pasqua. Porém, prevaleceu a ideia inicial do partido de “trazer para dentro” da residência a bela alameda de flamboyants que envolve um dos lados do terreno. “Tivemos outros projetos em lotes próximos nos quais voltamos costas para ela”, conta Elisa.

A alternativa do estúdio para consumar a interação da casa com a vegetação foi levantar na testada do lote uma vedação com elementos vazados, constituindo uma espécie de muro cobogó, que se tornou forte elemento de identificação da residência. Perpendicular a ele, erguem-se, nas laterais, paredes de pedra que, com sua aparência rude, estabelecem contraponto à leveza visual do fechamento frontal.

Com planta em L, a residência teve a totalidade do programa equacionado em pavimento único. Na fração da casa onde estão as áreas de estar, a permeabilidade ocorre nos dois sentidos - volta-se para o pátio frontal e, ao fundo, para a piscina e jardim. À semelhança das vizinhas (casas Lee e Cavalheiro, também projetadas pelo estúdio) a residência Pasqua resulta da composição de volumes retangulares (recorrentes nos projetos do mk27), cobertos por lajes planas em concreto.

A experiência do cliente foi valiosa para impedir fissuras de retração nessas peças - Pasqua recomendou o emprego de aditivos no concreto para minimizar a presença de água no material. O engenheiro explica que, em geral, essas fendas resultam da ineficiente vibração do concreto e de inadequada relação água/cimento.

Outra intervenção do proprietário assimilada pela arquitetura se deu na construção do muro de elementos vazados. Em virtude da extensão do mesmo, notou-se que não se manteria em pé se fosse edificado com pré-fabricados comuns. A construtora chegou a sugerir a aplicação de uma viga superior, mas esse tipo de solução comprometeria a graciosidade do cobogó.

Foi o conhecimento de Pasqua, então, que viabilizou a pré-fabricação de peças de concreto de aproximadamente 1 x 3 metros, de modo a manter as sutilezas do desenho.



Ficha Técnica

CASA PASQUA
Local Porto Feliz, SP
Data do início do projeto 2013
Data da conclusão da obra 2016
Área do terreno 2.000 m2
Área construída 572 m2

Arquitetura studio mk27 - Marcio Kogan (autor); Carolina Castroviejo, Elisa Friedmann (coautoras); Carlos Costa, Henrique Bustamante, Laura Guedes, Mariana Simas, Oswaldo Pessano, Pedro Ribeiro, Samanta Cafardo (equipe de projeto)
Interiores Diana Radomysler
Paisagismo Dorey Brasil
Estrutura Pasqua e Graziano ­Associados
Elétrica e hidráulica Grau Engenharia de Instalações
Ar-condicionado Fundament-ar
Automação GF Automação
Construção Construtora Gaia
Fotos Fernando Guerra

Texto de Adilson Melendez| Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 433
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora