FGMF Arquitetos: Edifício residencial Cajaíba, São Paulo

Morar diverso

Uma caixa de concreto aparente abriga a circulação vertical e funciona como eixo organizador dos quatro blocos de apartamentos, cada um com sua própria tipologia, neste projeto do FGMF Arquitetos para um empreendimento da Idea!Zarvos em São Paulo.

Localizado em área onde o gabarito é restrito a 25 metros, o terreno de esquina e com declive bastante acentuado dará lugar a um empreendimento residencial de alto padrão. O desnível entre as faces frontal e posterior chega a 19 metros em determinado trecho. “Essa área mais baixa é um anexo que amplia o potencial construtivo do lote e vai acomodar instalações de aquecimento solar”, explica Fernando Forte, um dos autores do projeto.

Os arquitetos buscaram estabelecer um impacto positivo no entorno a partir de uma volumetria leve e harmoniosa que também assegurasse vista panorâmica da região. A solução adotada foi o desmembramento do edifício em quatro blocos de alturas distintas, organizados ao redor da caixa de circulação vertical como uma espiral ascendente, interligados pelo hall dos elevadores com fechamento envidraçado. Cada bloco corresponde a uma tipologia de apartamento e apresenta diferentes tonalidades de revestimentos externos e desenhos de caixilhos.

As coberturas com áreas de lazer privativas constituem um dos diferenciais do empreendimento. “Priorizamos criar coberturas horizontais, como quintais para onde os apartamentos se abrem. Mas uma delas é vertical, com acesso por escada interna, a fim de aproveitar o bom espaço disponível e beneficiar outra unidade” detalha Forte.

Com áreas em torno de 140 metros quadrados, os apartamentos apresentam divisões internas formais, com ambientes fisicamente delimitados. Em três das tipologias há plantas semelhantes, com pequenas variações, compostas por varandas e três dormitórios - um deles com dimensões generosas.

O bloco com a melhor vista panorâmica tem oito pavimentos e é sinalizado externamente pela cor grafite. Sua área de cobertura é também a maior, com deques em três níveis. Unido a este bloco, com a fachada principal voltada para a rua em declive, estará o volume revestido por madeira sintética, que terá apenas dois apartamentos do tipo dúplex, com varandas no nível social e duas suítes no pavimento superior.
A face voltada para a rua principal, em trecho plano, evidenciará o hall envidraçado dos elevadores e o térreo de pé-direito duplo sob o bloco das unidades dúplex. Já o volume com pintura externa em tom off white tem cinco pavimentos e área de cobertura dividida em duas para atender a dois apartamentos.


FGMF Arquitetos



Ficha Técnica

Edifício Zarvos Cajaíba
Local São Paulo, SP
Data do início do projeto 2013
Área do terreno 1.500 m2
Área construída 3.600 m2
Arquitetura FGMF Arquitetos - Fernando Forte, Lourenço Gimenes e Rodrigo Marcondes Ferraz (autores); Ana Paula Barbosa (coordenadora); Juliana Nohara, Fernanda Veríssimo e Rodrigo de Moura (equipe)
Estrutura Monteiro Linardi Engenheiros Associados
Hidráulica Criarq
Elétrica FEP
Aquecimento Jorge Chaguri
Construtora Lock
Incorporadora Idea!Zarvos
Perspectivas PVID

Texto de Nanci Corbioli| Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 407
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora